Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘condeixa’

Os meus amigos do PS que me desculpem, mas não  resisti ao conteúdo da vossa candidatura, sem um comentário.

Li com atenção a candidatura do PS e o que se propõe fazer, porque dos restantes partidos nem isso foi possível.

Caso o PS ganhe novamente a freguesia do Sebal, perspectivam-se mais quatro anos de escuridão cultural e social. Não consta no programa do PS qualquer ideia clara ou objectivos concretos. Não existe qualquer referência à Cultura, ao Associativismo, às Artes, ao Apoio Social, ao Turismo, à Modernização e ao Progresso. Em suma, mais uma vez as pessoas são preteridas para um lugar subalterno o que é admirável num partido dito SOCIALISTA.

Os cinco  parágrafos que compõem a candidatura PS, esgotam-se numa “equipa renovada” em quintuplicado:

  • os dois primeiros parágrafos são consumidos a apresentar “uma equipa renovada” por imposição legal da lei da paridade, e nesse caso, como mulher, considero uma atitude pura e simplesmente machista que despreza e não tem em conta a qualidade intelectual das mulheres que integram a lista;
  • o terceiro esgota-se em si mesmo ao dizer que a “equipa renovada” continua com o mesmo sentido de responsabilidade (de quem anteriormente se esqueceu do Social) a que acresce umas meras intenções genéricas sem objectividade;
  • o quarto para dizer que a “equipa renovada” aposta numa freguesia mais  moderna porque tem novas urbanizações (quer isto dizer que as  nossas aldeias são um atraso?);
  • o último parágrafo faz propaganda à Câmara Municipal, esclarece que a “equipa renovada” vai continuar com a fase do betão  e  ilustra claramente que a “equipa renovada” continuará sem criatividade sob a dependência do Palácio dos Figueiredos.

Para além do já referido, estranhamente constata-se uma falta de sensibilidade para as questões Ambientais. Uma freguesia tão fustigada pela poluição, não mereceu uma única referência ou preocupação para aquilo que nos é mais Sagrado e essencial à vida humana – a Natureza.

Como já foi referido noutras ocasiões, por uma questão de respeito, em pleno Séc XXI, o Sebal merecia mais.

Esperava-se mais de  quem já militou no escalão superior…

Anúncios

Read Full Post »

O que para aí vai

Ao visitar os sítios e blogs ligados às Autárquicas2009 em Condeixa, constata-se que se discute de tudo, até de má língua, menos das coisas que realmente interessam. É indecente e pouco honesto misturar a vida particular dos candidatos, com o que deveria ser um acto nobre de cidadania. O que está em causa é o futuro das nossas terras e da nossa gente e não os interesses particulares das pessoas e dos partidos políticos.

Ao transformar as Autárquicas num jogo de vencedores e vencidos, estão a dar uma facada no processo democrático. Igualmente, em nada contribuí para o progresso de Condeixa a falta de programa e objectivos por parte de algumas das candidaturas. É ridiculo e vergonhoso, nos tempos que correm, apresentarem a sufrágio listas sem objectivos claros e definidos.

É dever de todos nós tornar credível e sério este processo eleitoral, pois só desta forma poderemos levar mais pessoas a lutar pelos seus direitos e pela melhoria da sua qualidade de vida.

Estimulando a uma maior maior participação da população, estamos a combater a abstenção e os votos em branco que pelas proporções registadas vão sendo um atestado de imcompetência silencioso…

 É lamentável transformar as Autárquicas numa guerra de méritos e troféus, de partidos e pessoas, camuflando, escodendo e esquecendo os reais e verdadeiros problemas das populações. De forma alguma se pode admitir o  aliciamento aos votos com práticas pouco claras e despesistas num tempo de crise e de desemprego.

Read Full Post »

Antigamente havia o hábito de fazer excursões, que era uma forma da nossa gente conhecer um pouco de Portugal. Até se organizavam passeios à praia. Todos, pobres e remediados, vasculhavam o fundo dos bolsos e algibeiras e lá conseguiam encontrar uns tostões para conhecerem a Feira da Golegã, Fátima, a Senhora da Ladeira, as Grutas, Santa Maria Adelaide, o Jardim Zoológico e mais uma série de outros lugares ligados à folia, mas maioritariamente à devoção e religiosidade do nosso povo.

A Câmara ainda não tinha autocarros e os pobres daquele tempo sem dinheiro, até no banco como alguns têm agora, passeavam, menos que agora está certo, mas passeavam. As festas e romarias enchiam-se de gente. Os espectáculos ocasionais que aconteciam na vila e mais esporadicamente nas aldeias enchiam, ficando o maior largo lá do sítio ou um qualquer barracão, à falta de melhor sítio, cheio de curiosos ávidos pela curiosidade e pela novidade mágica do momento.

Hoje, os “comediantes” não chegam às aldeias…e a Vila sorrateira, desperdiça os nossos impostos em espectáculos com casas vazias. Será que se o espectáculos fossem abrilhantados por uma actuação de “Porco no Especto ” a Cultura não seria servida a uma faixa maior da população? É uma sugestão válida…

Acusando o sucessivo apontar do dedo à Agenda Cultural, a Câmara Municipal encontrou uma solução mágica para ocupar espaço na página oficial:

Bandas em Concerto

Data: de 03 de Outubro de 2009 a 06 de Março de 2010.
Hora: 21:30h
Local: Cine-Teatro de Condeixa
Evento: Programa:
3 de Outubro: Banda Bingre Canelense
7 de Novembro: Filarmónica da Associação Educativa e Recreativa de Góis
6 de Fevereiro: Banda Velha União Sanjoanense
6 de Março: Banda Nova de Fermentelos

Desta forma, até 6 de Março de 2010 efectivamente a página não irá estar vazia. Conseguido e ultrapassado este “efeito político” de calar os críticos, quanto ao serviço prestado à Cultura de Condeixa questiona-se os seus resultados e métodos.

Dizia alguém que assistiu ao espectáculo do passado sábado:

– É uma vergonha, deviam lá estar umas trinta pessoas…e uma parte delas eram acompanhantes da banda.

Levantou-se a questão se o espectáculo tinha sido anunciado…ao que responderam qualquer coisa do género:

– Foi, foi. Estavam papeis nos Bombeiros e nos cafés (da Vila) a anunciar.

Aqui é que está o problema. A Câmara identifica-se com Condeixa – Vila e esquece o Concelho que vai da serra à várzea e passa pelas novas urbanizações…

Por muito que custe dizer e ouvir, a verdade é só uma, a Câmara não conseguiu criar e desenvolver um programa Cultural para todos os Condeixenses.

Não é só dizer que Condeixa tem mais não sei quantos mil habitantes e quase outros tantos eleitores muito úteis nestas ocasiões. É preciso integrar as pessoas na comunidade e para isso é obrigatório criar uma Agenda Cultural a pensar também neles.

Noutros tempos bastante recuados havia uma sala de cinema que arrastava a população para as suas sessões; mais tarde o cine-teatro, entre outras coisas enchia a sala para as sessões de cinema. Nos dias de hoje, com tantos residentes, que até serve de motivo para se afirmar o desenvolvimento, por onde anda a motivação?

Tantas vezes foi apregoado que Condeixa não seria um dormitório. Se os novos moradores, na sua maioria não se deslocam à zona histórica dos palácios, nem a conhecem, então Condeixa é o quê?

A Cultura de Condeixa não pode viver à custa de “montar Barraca na Praça da República”.  Existe mais Condeixa para além da Praça.

É urgente acabar com a ilusão Cultural que se vive em Condeixa…Se não podem ou não têm capacidade para levar a cultura a passear pelo Concelho, porque não dar melhor utilização aos autocarros da Câmara e trazer o “Concelho a Condeixa”?

Read Full Post »

Um Estudo Sobre a Qualidade de Vida dos Concelhos Portugueses, publicado neste ano de 2009 pela UBI, mostra que Condeixa se encontrava  em 1o8º lugar em 2004, desce para 136º lugar em 2006, caindo assim 28 posições no ranking dos 238 concelhos do Continente, comparativamente a outro estudo publicado em 2007.

estudo

Lisboa, Albufeira e Oeiras são os concelhos que têm melhor qualidade de vida

O estudo baseia-se em dados publicados pelo INE e analisa diversos factores Materiais, Sociais e Económicos.

Condeixa caiu 36 posições e está agora na 136 posição

Condeixa caiu 28 posições em qualidade de vida

Ao contrário do que muitos querem pretendem afirmar, se calhar Condeixa não estará assim tão bem e os investimentos talvez não tenham sido os mais adequados para as necessidades do concelho ou então, os outros concelhos fizeram melhores investimentos e melhores escolhas eleitorais.

fonte:
http://www.dge.ubi.pt/

Read Full Post »

Gente séria é gente em quem se pode confiar. Em política, legalizamos essa atitude de confiança com o nosso voto. Está subadjacente a  este “voto  de confiança”, um compromisso entre ambas as partes de que nenhum dos dois vai ser defraudado. Assim, ao eleitor que exerceu o seu dever cívico de votar, resta-lhe esperar que os eleitos cumpram a sua parte. Esperamos assim,  que  os eleitos sejam gente séria, gente que zele pelo nosso futuro, pela nossa segurança e pelo nosso bem-estar.

Concretamente em relação à reestruturação da estrada Barreira- Alto da Serra, vulgo Condeixa – Taveiro, questiona-se se o resultado final é obra de gente séria, nomeadamente no troço que atravessa as localidades da freguesia do Sebal.

Gente séria trata todos por igual, não discrimina.

Gente séria não retira o abrigo da paragem de autocarro e deixa 2 anos as crianças à intempérie,  ao frio e à chuva;

Gente séria cria condições de segurança para os peões, dotando as vias de bermas, passeios, passadeiras, etc.

Gente séria coloca sinalização adequada e de acordo com as condições da via a fim de salvaguardar a segurança dos residentes.

Gente séria limita a velocidade máxima colocando semáforos.

Gente séria minimiza ou remedeia e quando não pode resolver preocupa-se e dialoga.

Gente séria não abandona. Gente séria é humilde, acompanha, apoia  e é solidária com as populações contribuintes que sustentam os cofres que lhes permitem inaugurar as obras.

Concluímos então, que ao não dotarem as vias de condições de segurança, negam-nos aquilo que é nosso por direito. Se  por exemplo, não colocarem a sinalização adequada  e similar à que existe nas restantes localidades do concelho – semáforos, em idênticas circunstâncias, estão a discriminar. Porque será?

Virem com parangonas anunciar urbanizações, mais zona industrial, e mais umas quantas obras megalómanas é fácil. Difícil é criar as acessibilidades. As pessoas não se deslocam de avião, comboio, barco, metro ou TGV. Deslocam-se em veículos automóvel para os quais falta estrada.  Resulta desta falta despacharem-se as pessoas por onde der e por onde calha, nem que para isso se sacrifique a segurança dos residentes.

Pois é, tanta gente a circular em estradas de há cinquenta anos…

E que tal uma circular externa ou variantes a estes lugares, por esses pinhais fora?

Se esta ideia lhe mereceu o esboço de um sorriso, lembre-se que se é daqueles que utiliza este trajecto para viajar até Coimbra, quantas vezes de regresso, pela via rápida de Taveiro,  não  lhe terá já assomado ao pensamento ” e se isto fosse assim até Condeixa?” Isso é que era assunto, melhor que um estádio… Sempre serviria a mais gente, que o que quer é ver os problemas  do quotidiano resolvidos.

Post Scriptum:

Já falei na estrada de Condeixa-Taveiro, que além do trânsito que se desvia da caótica IC2, apanha com o trânsito de pesados para o Mercado Abastecedor, Zona Industrial de Taveiro e Aterro Sanitário e que se prolonga pela noite adiante; ao fim de semana também não há descanso com a romaria para o Retail Parque. Com idênticos problemas de trânsito se defronta quem mora no Casal da Estrada com o trânsito para a Zona Industrial, a Venda da Luisa, o Sebal, Belide e ainda a Anobra, em que uma rua pacata que atravessa a povoação serve de vazadouro do trânsito das povoações vizinhas. Também os Alqueves,  serve de pista de corridas para muito automobilista que circula entre Vila Pouca e a estrada de Taveiro e vice-versa – esta rua mal dá para um sentido!

Igualmente nos Palhagões há queixas quanto à segurança rodoviária, nomeadamente excesso de velocidade.

Read Full Post »

Haja coragem e digam tudo…

A mentira é uma das maiores tentações das crianças. Desde cedo elas são ensinadas, no seio da família e mais tarde na escola, a dizer a verdade. No entanto, alguns chegam à fase adulta ainda com essa tentação na ponta da língua…

Mentiroso é um termo muito forte e feio. Pinóquio também.

Tudo isto por causa da recente e discreta “inauguração”1 do Centro Escolar de Condeixa. Uma Câmara que se serve como ninguém da Comunicação Social para divulgar o mais pequeno “pintelho” não movimenta as massas para receber a ministra da Educação? Não faz alarde duma inauguração de 2 milhões e 100 mil euros? Porque  é que o novo Centro Escolar de Condeixa não é um argumento eleitoral ?

Simplemente não interessa por se tratar de “gato escondido com o rabo de fora”. A altura foi e é má para anunciar o encerramento de escolas do 1º ciclo fora da vila de Condeixa.

Pelo menos tenham  respeito por pais e avós. Informem.

Post Scriptum:

1 Post corrigido. A inauguração ainda não foi, ver comentários

Read Full Post »

Vamos limpar Portugal

limparportugal

Já que os nossos autarcas e seus funcionários não cumprem o que lhes compete em termos práticos ambientais, vamos todos juntos dar-lhes uma lição indicando os pontos negros ambientais de Condeixa e proceder à sua eliminação em 2010.

Visita  http://limparportugal.ning.com/ para mais informações e adere ao grupo CDN – Condeixa a Nova.

Vamos acabar com as lixeiras em  Condeixa e Limpar Portugal!

Uma iniciativa apartidária.

Read Full Post »

Older Posts »