Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘Uncategorized’ Category

Poluição

A poluição é generalizada principalmente nos caminhos florestais.

Não existe cultura ambiental e a freguesia de Sebal nunca soube lidar muito bem com o meio ambiente.

Ao abrigo do movimento Limpar Portugal, existem muitos pontos referenciados como lixeiras clandestinas que em nada dignificam a nossa freguesia

Um dos muitos crimes ambientais à vista de todos

Um dos muitos crimes ambientais à vista de todos

Anúncios

Read Full Post »

Os meus parabéns

Em democracia é ponto de honra aceitar os resultados eleitorais. E aqui estou para o fazer. O povo escolheu um partido (PS) sem programa e sem objectivos ao invés de um programa sólido e promissor do PSD.

Agradeço a todos a ousadia e a coragem que tiveram em integrar a lista do PSD em tempos tão difíceis. Nós não falhámos. Cumprimos o nosso dever cívico com muitas limitações mas da melhor forma que sabíamos. A outros competirá  analisar porque condicionaram o nosso trabalho e os nossos objectivos.

Aproveito para dar os meus parabéns à lista do PS vencedora das Autárquicas 2009 na freguesia do Sebal e igualmente a todos os outros candidatos independentemente dos resultados alcançados.

Read Full Post »

Votar – O Dever Cívico

O futuro da freguesia de Sebal está dependente dos resultados saídos das urnas no próximo domingo dia 11 de Outubro.

A candidatura que tiver a maioria dos votos, irá gerir a freguesia e implementar as suas propostas eleitorais nas áreas Social, Cultural e Económica. Por isso, o seu voto é importante. O facto de não votar ou votar em branco, retirará ao eleitor legitimidade para no futuro criticar as políticas implementadas ou aquilo que não foi feito.

Apela-se a todos para participarem no FUTURO do SEBAL, exercendo o seu direito de voto.

Vote em consciência.

Esqueça os partidos e escolha o programa que melhor serve os interesses da nossa freguesia.

Por um SEBAL de FUTURO vote em Fernanda Monteiro, vote PSD  para a Assembleia de Freguesia de Sebal.

 

Read Full Post »

Os Camaleões do Bloco

EXPECTATIVAS
GUSTAVO PANCAS – ANOBRA – 2009-03-05

Espero uma recandidatura do Sr. Eng. Jorge Bento.
Vim morar para o concelho de Condeixa-a-Nova em 2003 com 29 anos, tendo votado nas Autárquicas em 2005 pela primeira vez e…no PS.

Também espero que o Sr. Eng. Jorge Bento se recandidate “por e para” Condeixa-a-Nova, como tem feito nos outros mandatos

São estas as minhas expectativas.
Gustavo Pancas

fonte:
http://www.cm-condeixa.pt/noticias/comentarios.php?id=473

Read Full Post »

Coisas giras dos blogs

O Título:
Digam ao pessoal do Bloco para aparecer
Como, quando e por quem:
INICIADO 10 Hours Ago POR anónimo
O quê:
Olá pessoal do Bloco.
Espero que saibam que a malta gosta de vocês. Também há um acordo secreto para vocês: vocês ficam com a Anobra e… os Casais (pronto, já não é mau. pois não!).
Os gauleses ficam com Conímbriga e com as aldeias e César fica com a praça e as esplanadas de Condeixa.
Que tal?
Digam qualquer coisa!
P.S.:
Caso concordem esse acordo não pode ser escrito.
Mesmo assim vale muito pouco. Tinham de confiar nos escrivas de César. Eram capazes disso?
Nãaaaao! É melhor não!
Portanto, se concordarem mandem recado, mas não mandem comitiva que os cavalos foram todos alugados por César.
No final podemos fazer uma ceia a celebrar o acordo, mas não contem com javali. Não sei o que aconteceu. Obélix diz os javalis ou fugiram ou foram dizimados. Diz que já não há javalis na floresta.
Ultimamente só temos comido febras. Também é bom e chega para todos. Por vezes recebemos alguns romanos que nos vêm perguntar se podem levar uma febrita para o forte. Parece que lá no forte eles comem um bocadito e depois ficam o resto do tempo a ouvir César a falar das obras que os escravos já fizeram na praça.
Já agora se passarem pelos gauleses finjam que não os conhecem. Os romanos costumam andar disfarçados, mas os gauleses são fáceis de reconhecer: estão muito magros de tanto andar a pé pelo território romano a perguntar ao povo se viram os romanos.
E sabem que lhes dizem: que sim, que os viram, mas foi só de passagem. Os gauleses mandam dizer que costumam falar bem de vocês ao povo.
Dos romanos os gauleses não falam, porque o povo não os conhece. Vivem longe, na cidade e só gostam de javali.
Para vossa segurança podemos encontrar-nos para o nosso acordo no estádio. Nunca lá está ninguém. Também podemos encontrar-nos no fórum. É igualmente deserto.
Enfim, mandem uma mensagem de fumo porque na aldeia dos gauleses não há rede.
PS sem dúvidas de Post Scriptum:
Os meus parabéns a ti, que mesmo subnutrido, conseguiu deixar marcado na pedra a mensagem para as gerações futuras, sem que o escriba Nunum Mattus se apercebesse e com diligência a fizesse  olvidar.
Bem hajas!
fonte:
http://vascofigueira.com/

Read Full Post »

Os meus amigos do PS que me desculpem, mas não  resisti ao conteúdo da vossa candidatura, sem um comentário.

Li com atenção a candidatura do PS e o que se propõe fazer, porque dos restantes partidos nem isso foi possível.

Caso o PS ganhe novamente a freguesia do Sebal, perspectivam-se mais quatro anos de escuridão cultural e social. Não consta no programa do PS qualquer ideia clara ou objectivos concretos. Não existe qualquer referência à Cultura, ao Associativismo, às Artes, ao Apoio Social, ao Turismo, à Modernização e ao Progresso. Em suma, mais uma vez as pessoas são preteridas para um lugar subalterno o que é admirável num partido dito SOCIALISTA.

Os cinco  parágrafos que compõem a candidatura PS, esgotam-se numa “equipa renovada” em quintuplicado:

  • os dois primeiros parágrafos são consumidos a apresentar “uma equipa renovada” por imposição legal da lei da paridade, e nesse caso, como mulher, considero uma atitude pura e simplesmente machista que despreza e não tem em conta a qualidade intelectual das mulheres que integram a lista;
  • o terceiro esgota-se em si mesmo ao dizer que a “equipa renovada” continua com o mesmo sentido de responsabilidade (de quem anteriormente se esqueceu do Social) a que acresce umas meras intenções genéricas sem objectividade;
  • o quarto para dizer que a “equipa renovada” aposta numa freguesia mais  moderna porque tem novas urbanizações (quer isto dizer que as  nossas aldeias são um atraso?);
  • o último parágrafo faz propaganda à Câmara Municipal, esclarece que a “equipa renovada” vai continuar com a fase do betão  e  ilustra claramente que a “equipa renovada” continuará sem criatividade sob a dependência do Palácio dos Figueiredos.

Para além do já referido, estranhamente constata-se uma falta de sensibilidade para as questões Ambientais. Uma freguesia tão fustigada pela poluição, não mereceu uma única referência ou preocupação para aquilo que nos é mais Sagrado e essencial à vida humana – a Natureza.

Como já foi referido noutras ocasiões, por uma questão de respeito, em pleno Séc XXI, o Sebal merecia mais.

Esperava-se mais de  quem já militou no escalão superior…

Read Full Post »

O Balanço

Estive durante estes últimos oito anos na Assembleia de Freguesia de Sebal na oposição pelo PSD. Particularmente nestes últimos quatro anos integrei a mesma lista posicionada em 3º lugar, ascendendo ao 2º lugar por motivo do pedido demissão do cabeça de lista.

Pautámo-nos sempre por uma sã convivência institucional, onde o que mais importou foi o desenvolvimento da nossa terra e não a mera oposição partidária. Os poucos assuntos em discussão por serem imprescindíveis para a freguesia foram por nós apoiados.

Curiosamente, constatámos que a maior oposição, digo entrave,  não teve origem nos partidos da oposição, mas sim na Câmara Municipal de Condeixa que se pautou por um relacionamento que não respeitou nem acolheu as decisões soberanas tomadas pela Assembleia de Freguesia.

Ao tratar assuntos apresentados directamente e individualmente por cidadãos,  ao invés de aceitar as sugestões propostas pela Assembleia de Freguesia, a Câmara Municipal de Condeixa denegriu a sua imagem porque não respeitou a Instituição Junta de Freguesia e só se preocupou única e exclusivamente com os resultados eleitoralistas. A Câmara de Condeixa, colocou assim  a segurança dos cidadãos e o bem estar das populações em segundo plano.  Cito como exemplo as graves falhas de segurança da requalificada estrada Barreira – Alto da Serra.

Das muitas  propostas por nós apresentadas indicamos algumas que continuam pendentes:

  1. A iluminação da estrada desde a rotunda da Zil (Zona Industrial) e a entrada da Venda da Luísa, foi pedida pela “enésima” vez;
  2. A Limpeza preventiva de algumas linhas de escorrências das águas pluviais dentro da Venda da Luísa e noutros lugares, que tem provocado algumas inundações;
  3. Limpeza preventiva de linhas de água em geral;
  4. Colocação de placas identificadoras de limite da freguesia do Sebal. Por não terem sido colocadas,  originou um conflito com a Junta de Freguesia de Anobra  que abusivamente ultrapassou os limites territoriais e ocupou a nossa freguesia;
  5. As nossas matas estão cheias de lixo – propusemos a colocação de placas identificativas com o logótipo da freguesia  nos locais mais críticos, com mensagem de apelo à não poluição e indicação da infracção e respectivas coimas;
  6. Poluição das nossas Ribeiras por motivo do mau funcionamento das ETARES;
  7. Construção de um abrigo na antiga feira dos dezanove para as máquinas, tractor e alfaias agrícolas propriedade da Junta;
  8. Ligação de todos os  fontanários à rede pública – existe uma grande discriminação entre lugares e freguesias;
  9. Limpeza de nascentes e recuperação das fontes para fruição das populações;
  10. Instalação de outra torneira dentro do cemitério e recuperação de calçada arrancada;
  11. Propusemos a limpeza dos azulejos da fonte S. Pedro no Sebal e criação de um local para a colocação de publicidade;
  12. Levantámos a questão da subtracção de umas alminhas na zona da ZIL (Zona Industrial), ricamente decorada com azulejos  (Séc XVII-XVIII), sem nunca obtermos qualquer resposta da Câmara Municipal;
  13. Completar o saneamento em falta na freguesia foi uma das nossas maiores peocupações apresentadas na Assembleia pelos riscos que envolve para as pessoas e para o Ambiente em geral.

Por terem sido já tão debatidos, não me atrevo a referir alguns casos gritantes já resolvidos em plena campanha eleitoral.

É de salientar que todas estas nossas propostas não mereceram qualquer oposição expressa da Junta PS, não nos cabendo a nós discutir a dinâmica das reuniões, sendo esta da responsabilidade do Presidente da Assembleia.

Não posso também deixar de referir que particularmente tenho participado activamente para a decisão de situações negativas para o concelho e em particular para a freguesia. Por carta, pessoalmente e por correio electrónico tenho denunciado e dado conhecimento dos atentados ambientais, problemas de qualidade de vida e de risco para a vida humana a todas as Entidades, Instituições e Autoridades, nem sempre recebendo as respostas obrigatórias por lei.

Refiro ainda, a sensibilização da opinião pública através da comunicação social, concretamente com um artigo de opinião em prol da requalificação da EN 1-7 e outro contra a poluição da ribeira de Cernache, ambos já publicados neste blog.

Fiz ainda parte de um movimento contra a já referida poluição generalizada da Ribeira de Cernache, que conseguiu em parte reduzir o impacto sobre o ecossistema.

Através de documentos encontrados nos vazamentos de lixos, identifiquei alguns presumíveis autores e denunciei as situações ao  SEPNA/GNR, desconhecendo-se os resultando dos processos, se é que os mesmos foram levantados.

Julgo que, contrariamente ao que se insinua, cumpri o meu dever de cidadã melhor que qualquer elemento das listas opositores, e sem rodeios posso afirmar que fiz mais que todos eles  juntos. Se estiver enganada, agradeço que o provem.

Read Full Post »

Older Posts »